terça-feira, 14 de junho de 2011

Correios, Sedex e transportadoras

Recentemente os Correios mudaram a tabela de preços e forma de cálculo do frete via SEDEX e e-Sedex.

A mudança consistia num reajuste das tarifas em média de 10 a 15% e na implementação do peso cubado.

O aumento da tarifa em si já causa transtornos uma vez que trabalhamos com produtos pesados como telescópios.

Mas o que causou mais problemas foi a implementação do peso cubado que por sua vez aumentou ainda mais o custo do frete. Em alguns casos simplesmente impossibilita o uso dos Correios como meio de envio.

Com isso somos forçados a optar por transportadoras e o prazo de entrega será um pouco maior.

Em compensação estamos implementando novos recursos como por exemplo a entrega programada que os Correios simplesmente não oferecem.

Logo qualquer caixa que excede 90cm em qualquer das dimensões ou 160cm da soma da largura + altura + profundidade tem de ser obrigatoriamente enviada por transportadora.

A fórmula de calcular o frete do Sedex mudou também e agora temos de considerar o peso cubado. Isso significa que por exemplo uma caixa que pesa 6kg mas tem peso cubaco calculado com base nas dimensões de 10kg logo o frete tem de ser cobrado com esse peso maior. Infelizmente aumentando ainda mais o custo.

Em breve atualizaremos o sistema de estimativa de frete para levar em conta todas as possibilidades. E o cliente vai poder escolher em alguns casos entre o SEDEX ou a transportadora.

Vamos iniciar esse processo usando a JADLOG que vem trabalhando a 1 ano de forma muito satisfatória.