quarta-feira, 29 de julho de 2009

Fabricado na China

O mercado de astronomia e ótica em geral tem se transformado muito nos últimos 10 anos. Com a entrada de fábricas Chinesas com controle de qualidade e certificado ISO9000 entre outros podemos ter acesso a equipamentos óticos como binóculos, telescópios e seus acessórios a um preço mais acessível.

Até bem pouco tempo atrás um telescópio Newtoniano de 8 ou 10 polegadas custava alguns milhares de dolares. Levando-se em conta as altas taxas de importação e comercialização no Brasil esse preço no mínimo dobrava ou triplicava tendo em vista que ao preço do produto são somados custos de frete e nesse total incidem os impostos.

Mas os fabricantes da China sempre pecavam em termos de qualidade geral. Assim como era o Japão no período pós-guerra mundial. Porém com o tempo procedimentos de controle de qualidade e fabricação impostos principalmente pelo mercado americano e europeu forçou essas empresas a melhorar e modificar profundamente seus processos produtivos e chão de fábrica. Além do treinamento de pessoal e seleção de fornecedores de produtos primários que no caso de ótica seria o vidro em diversos modelos e qualidades.

Como resultado temos atualmente praticamente que 90% ou mais do mercado dominado por produtos fabricados na China. Porém desses fabricantes temos empresas sérias e outras que oferecem um produto realmente de qualidade inferior. Marcas dos EUA e Europa que praticamente obrigam os fabricantes chineses a atender níveis de qualidade iguais ou superiores aos praticados nos países do chamado "1o. mundo".

Mesmo assim ainda existem marcas "MADE IN USA" e "MADE IN EUROPE" que atendem aos mais altos níveis de qualidade exigidos por uma fatia do mercado que podem pagar um preço muitas das vezes além do orçamento normal. Como por exemplo os binóculos Zeiss, Steiner, telescópios TeleVue e Takahashi que são considerados estado-da-arte em termos de qualidade do produto e resultado final.

Mas e quanto aos demais fabricantes ? Como MEADE, Celestron e Orion ? Para poder competir no mercado usam de sua experiência e disponibilidade de fabricantes Chineses para oferecer produtos que atendem a demanda para preços mais acessíveis sem deixar muito a desejar na qualidade. Afinal temos casos onde o astronomo amador esta começando e como na vida real não começamos de cara com uma Ferrari ou Lamborghini. Essas marcas usam diversos fabricantes Chineses para compor seus catálogos de produtos de forma que não dependem única e exclusivamente de um determinado fabricante.

Além das três marcas acima podemos citar outras como Zhumell, Konus, Oberwerk, Hardin, Telescope-Service, Antares e muitas mais. Alguns fabricantes como a GSO e William Optics de Taiwan estão presentes no mercado mundial seja através de uma marca local ou de sua própria.
Mesmo assim os fabricantes chineses não estão impedidos de lançar marcas próprias ou oferecer produtos OEM com a marca do cliente final. Pois se eles atualmente é que fabricam a maioria dos binóculos e telescópios onde a maioria dos asiáticos compram seus equipamentos ?

Visitando uma fábrica na China
Abaixo temos uma coletânea de fotos realizadas a uma fábrica Chinesa fornecedora de marcas renomadas como Meade, Orion e Celestron. Considerado por muitos como as três melhores do mercado americano em termos de custo e qualidade dos produtos.

















Como podemos verificar várias marcas famosas usam os mesmos fornecedores.